ÁREA RESTRITA DO ASSOCIADO

Rio Verde/GO - Funcionários de uma indústria de alimentos em Rio Verde, no sudoeste de Goiás, passaram mal após um vazamento de amônia nesta quinta-feira (10), no frigorífico de aves. Segundo o Corpo de Bombeiros, 15 pessoas precisaram de atendimento médico.

Após o acidente, todo o setor foi evacuado. Além dos bombeiros, homens do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e de ambulâncias da empresa prestaram socorro aos funcionários.

Cerca de 1 mil pessoas trabalham no local que ficou contaminado pelo gás. Os trabalhadores que precisaram ser atendidos sofriam de falta de ar e ardências nos olhos e das vias aéreas superiores (nariz e boca).

Segundo os bombeiros, cada pessoa reage de uma forma à contaminação pelo gás. Algumas sofrem ardências, outras podem desmaiar e até sofrerem paradas cardíacas. Ainda conforme a corporação, o uso do gás nos sistemas de refrigeração de indústrias é comum.

A assessoria de imprensa da empresa informou ao G1, por telefone, que entre os 15 funcionários intoxicados, sete foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rio Verde e oito para o Hospital Presbiteriano Doutor Gordon. Destes últimos, três eram mulheres grávidas que já foram liberadas e estão em casa, mas devem passar por novos exames na sexta-feira (11).

Ainda conforme a assessoria, apenas cinco pessoas continuam no hospital sob observação, mas por precaução, já que nenhum corre qualquer risco.

O G1 tentou entrar em contato com as duas unidades de saúde, mas as ligações feitas à UPA não foram atendidas e o hospital não soube informar o estado de saúde dos trabalhadores internados.

Ainda conforme a fábrica, o produto que vazou é usado no sistema de refrigeração da indústria. Uma comissão de avaliação de risco foi ao local do vazamento para investigar o que causou o acidente.

Fonte: G1 - Data: 10/12/15

Informações Adicionais